Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Com referência às declarações de Cavaco Silva sobre a guerra colonial portuguesa, elidindo a violência dos seus processos de arregimentação militar e a multiplicidade das formas da sua vivência, e as quais surgem tão descabidas que deverão ser originadas em grande desconhecimento histórico proponho que algum membro da equipa de Cavaco Silva leia rapidamente estes quatro pequenos livros e deles faça um condensado em reunião de trabalho. São todos supra-recomendáveis e todos versam o assunto: o sentir das tropas portuguesas em África e o sentido que davam à guerra (as tais "coragem ...desprendimento...e determinação" que Cavaco Silva invoca, como se fossem assunto indiscutível, neutral). Trabalho curto, rápido e, com toda a certeza, prazenteiro.

 

[Eduardo Pitta, Persona, Angelus Novus, 2000]

[Fernando Assis Pacheco, Walt, Assírio e Alvim, 2007 (1978)]

[António Lobo Antunes, Os Cus de Judas, (1979)]

[Mário de Carvalho, Os Alferes, Caminho, 1998]

jpt

publicado às 16:15



Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos