Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




No olhar é que está o estranho

por AL, em 01.03.13

 

Mido Macia, 27 anos, moçambicano. Encontrado morto na cela policial de uma qualquer esquadra em Joanesburgo. Arrastado primeiro pelas ruas como se trapo fosse, espancado depois já em cativeiro. O crime? Parou o táxi-ganha-pão no lado errado da estrada.

Nada mais que uma banal ocorrência no dia a dia desta república. Que insistimos em olhar com lentes de arco-íris. Vai sendo tempo de as trocarmos...

AL

 

 

publicado às 16:40


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Helena a 01.03.2013 às 16:53

Uma bárbarie. Tem toda a razão quando diz que é preciso olhar para a África do Sul com menos benevolência romantizada.
Imagem de perfil

De AL a 01.03.2013 às 18:40

Por muito que isso me custe (e custa), penso que e' este olhar que nos torna cumplices destas barbaries. Ja tirei as lentes ha muito e nao e' por isso que gosto menos do pais. Ate breve por estas bandas, espero
Sem imagem de perfil

De Helena a 01.03.2013 às 18:46

A Maputo chego daqui a uma semana :)
Imagem de perfil

De jpt a 01.03.2013 às 19:13

faz-se um simposium bloguista, está visto
Imagem de perfil

De AL a 02.03.2013 às 04:03

E correndo-me as coisas de feicao, teremos janta de festa :)
Sem imagem de perfil

De trticamegyp@yahoo.com a 03.03.2013 às 17:43

Ai se o Machel fosse vivo! hipotecamos o nosso futuro com consequencias avassaladoras que se fazem sentir ate hoje para que esses ingratos fossem livres e hoje tratam-nos como lixo.Mereciam ser tratados como eram,eessa e a minha conclusao.E Mandela calado.Coitado,esta VELHO E PREOCUPADO COM OS SEUS BUSSINES.Outro revolucionario africano,segundo Che Guevara!!!!!!
Palhaco,vendido ao sistema!....poderia dizer mais mas fico por aqui.
E necessario olhar para este vizinho irmao negro com olhos abertos e de ver.
Sem imagem de perfil

De jpt a 04.03.2013 às 07:22

Confesso que isto de inculpar e insultar Mandela a este propósito me parece não ter pés nem cabeça. Mas enfim, cada um bota o que lhe apetece, que isto dos comentários também é catarse
Sem imagem de perfil

De paulo sergio tricamegy a 04.03.2013 às 10:23

JPT,realmente esta questao exige um dialogo aberto e directo,sem romantismo.O que acrescento e a minha opiniao e como tal nao e lei!
Quando faco referencia ao Mandela incluo outros lideres e proeminentes figuras africanas.O que se passa em Africa e peocupante e e-nos trazido com a conivencia dos mesmos.Calar e consentir!
Recentamente,a pessoa que viso,recebe em sua casa pessoas como Charle Taylor juntamente com outras e em consequencia disso o episodio da Naomi Campbell detida em Londres na posse de diamantes que supostamente lhe foram oferecidos de forma estranha nesse convivio.Ela por sua vez alega que tais sao pertenca do Sr.Mandela.
E claro que na conjectura mundial, este Sr nao pode ser denegrido e a comunicacao social,nao segue o assunto de forma a apurar a verdade.Tao pouco o pode fazer porque nesta democracia as verdades sao relativas e de conveniencia.Mata-se o assunto!
criam-se organizacoes que adjectivam individuos de terroristas e todos os parceiros dessa Gang internacional falam em unissono.Despendem-se verbas de contribuintes para defender posicoes globais que garantem os interesses do gang e legitimiza-se o roubo e exploracao de povos fora dessa organizacao.Falemos da CEE e dos "piratas" na Somalia.o que diz a comunicacao social?Sao piratas.qual a verdade?
poderia referir muitos outros assuntos como o mais recente do Mali....e historia repete-se.
A mim,estranho o facto desses lideres revolucionarios africanos,que usurpam poderes e sao ajudados pela Gang democratica internacional a legitimar esses furtos,nao dizer nada.Ou nao,logicamente e com beneficio ficam calados.
Kadafi era um terrorista mas enquanto encheu os cofres da democracia internacional roubando o povo Libio e fortalecendo as economias alheias,serviu.
Che disse na sua autobiografia que os lideres revolucionarios viviam em Paris,bebiam whisky e rodeavam-se de mulheres loiras enquanto os guerrilheiros lutavam nas matas.O que mudou desde entao? nem as moscas!
Vivi em Londres e na Europa ate agora e e de pasmar o procedimento destes Africanos no Poder.Vivem aqui a grande e a francesa e em Africa e uma miseria.Pior que nos tempos do colonialismo.Como dizia a minha Avo negra,independencia nao enche a barriga!
Eu conheci Samora Machel.Tenho a certeza que hoje, vivo, nao seria da Frelimo,ou a Frelimo nao seria o que e!
Desmond Tutu,Nelson Mandela etc,nao seriam eles a dedicar-se a implementar uma transparencia governativa em Africa e em especial na ajuda a esse vitzinho que tanto deu a causa do fim do apartheid?Posso estar mal informado e peco que me esclareca:qual e a posicao desses Srs.relativamente a este assunto?
temos o caso desse Pais que infinitamente estara ligado a nos e vice-versa.Portugal.O que aconteceu a este Pais irmao para chegar a situacao que esta?Democracia,e a cambada de politicos democraticamente corruptos para fazer ruir uma nacao.O Salazar era pior? porque nao deixava falar? Ora,o que interessa poder falar e nao poder mudar nada?!tenho um papagaio que fala mas em casa mando eu!
Democracia nao existe sem educacao literaria e a forma natural de governacao do ser humano e o fascismo .- cito aqui Norman Mailler.E continuo com ele dizendo: democracia e uma coisa individual e nobre.Assim como nao se pode decretar uma nacao como democratica,e sendo uma coisa nobre e fragil e por isso requer um cuidado constante e permanente.
Assim sendo,se na Europa nao funciona, que podemos esperar em Africa em que o grau de educacao literaria e baixissimo?
Nao seria de esperar desses Srs. que acima refiro e outros,uma dedicacao/atencao aos aspectos fulcrais para uma prosperidade no nosso continente, a educacao?
Em Maputo prolifram as escolas privadas( em Portugal despedem-se e desautorizam-se professores).Quando e que o povo pode ser entao educado?par ser democrata e poder saber escolher.
Como e que se pode estar calado na observancia de uma politica em tempos de campanha eleitoral,como se faz nos nossos paises,com governantes a recorrer a mais fertil imaginacao para enganar as massas ( contaratar artistas e matar bois nas campanhas) ai os artistas mocambicanos tipo MC Roger -kota Guebuza e patrao/patrao e patrao/abre a porta para entrar...!!!!!....
A independencia era para isto?!foi para isto que se derramoutanto sangue?!.. aprenderam todos em PARIS!
Sem imagem de perfil

De paulo sergio tricamegy a 04.03.2013 às 10:49

continuo.
Realmente cahmar palhaco e ao Mandela pode ser desapropriado e tambem nao e minha intencao insulta-lo-Fiz uso de um termo popular.Mas muito menos e apropriado utilizar tal termo como insulto,pois nesse caso o palhaco de profissao seria o visado,uma vez que e um profissional que cumpre ,melhor ou pior, a sua tarefa que e a de interter e divertir o seu publico.
Mandela nao intertem e muito menos diverte o seu.E nao seria o esperado como seu papel na sociedade mundial.Quanto as minhas espectativas, e uma total desilusao!Um lider nao fica velho ao ponto de nao poder intervir.
Disse uma vez um outro proeminente que em plena batalha, quando os nossos lideres sao condecorados pelo inimigo,sera que deveremos manter a confianca neles? ( Malcolm X)....a(s) luta(s) de libertacao africanas nao acabaram!
Nos os Africanos acolhemos e proclamamos os nossos lideres de acordo com o reconhecimento que e feito pelos outros,nao os escolhemos por merito naquilo que e a sua prestacao em prol do nosso interesse.
(Quero salientar que Africano nao e cor de pele.Nao e aquele que e negro ou seu descendente.Mas sim todo aquele que sente Africa,em Africa vive e respeita e protege o continente!*sempre que tenho oportunidade de conversar com americanos e quando e oportuno digo-lhes que Afro-americano nao existe,senao eu seria afro-africano!)
Lembre-mos o contributo de Samora Machel ao povo zimbabwiano aquando dos tumultos em quese perseguiram os brancos no Zimbabwe."o racismo do branco para o negro e mau,mas pior e o contrario por motivos de vinganca"

bem,vou ficar por aqui hoje e espero ter a oportunidade de discutir este assunto civilizadamente com quem se disposer a faze-lo.penso que e importante para nos africanos faze-lo.Sem romantismo.Afinal temos de aprender que "e melhor andar descalco do que tropecar com os sapatos dos outros" - Mia Couto
quero saudar os deste blog,por nos darem esta oportunidade e por serem uma referencia no dialogo em Mocambique.Bem hajam.

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos