Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 [E.O. Wilson na Gorongosa]

 

E. O. Wilson é um gigante no mundo da ciência. E é também uma das poucas "estrelas" entre os cientistas, figura popular, autor mui vendido. Para nós, antropólogos, é também o tipo da sociobiologia, aquilo que nos faz franzir o nariz. Enfim, um homem fascinante, um sábio. Veio à Gorongosa pela primeira vez em 2011 e fascinou-se, com o que considerou o "parque mais diversificado do mundo". Ali trabalhou. Sobre o parque tem falado, e deixo pequeno filme-resumo.

 

E agora publicou, na edição de Junho de 2013 da popularíssima National Geographic um longo artigo sobre o parque "O Renascimento da Gorongosa" (versão em inglês). 

 

Obrigatório para os amantes e os curiosos (ou seja, futuros amantes). O eco desta publicação será tão grande, tanto no mundo do conservacionismo ecológico como no da opinião pública mundial (a National Geographic é um real produto global) que se trata de um momento verdadeiramente emocionante para todos os que ... se interessam. Muito em particular nestes momentos em que, seja por razões militares seja por razões auríferas, as imediações do Parque ameaçam ameaçar este fabuloso renascer. 

 

A versão inglesa da revista está disponível há dias, a portuguesa vende-se a partir de hoje. Espero que cheguem exemplares a Maputo. Daqueles para saudar, ler acarinhando e guardar. E também divulgar. "Divulgar, divulgar, sempre ...". Nunca esquecendo que um grande baluarte da conservação é a opinião pública (e o turismo que dela decorre, é certo, mas não apenas). Movendo-se contra tantos interesses, incúrias e (in)culturas omnívoros com que desgraçadamente convivemos.

 

Como diz Wilson, e tantos outros especialistas que por lá têm trabalhado, o Parque tem uma enorme diversidade ecológica. Os nossos olhos de amadores esquecem algo que tem fascinado os cientistas, a fantástica fauna de insectos, tantos deles a serem agora descobertos.

 

 

Este renascer do Parque é obra de muitos, mas não tantos assim que não se possam identificar. Um deles é o fantástico Vasco Galante, que do Parque vai animando a divulgação do seu conteúdo e das suas actividades. A página da Gorongosa é espectacular, um manancial de sonhos e delícias. E nela se pode ler um artigo sobre "os bastidores" da realização do artigo de E.T. Wilson. Tudo articulado com o vibrante e muito completo, belíssimo Blog da Gorongosa. E quem anda no facebook tem a página Gorongosa (no facebook), publicada em múltiplas versões linguísticas. E nos seus 22 000 leitores tem mais 3 mil do que a do Kruger, esse empório do turismo, o que demonstra a qualidade e empenho com que é feita. Nesses suportes habitam um largo conjunto de notícias, artigos, filmes e fotografias. À nossa disposição. 

publicado às 14:24



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos