Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Mandaram o tipo à África do Sul, é jornalista. À porta do hospital onde Mandela agoniza diz o tal jornalista português que se coloca a possibilidade de se terminar o apoio artificial, tecnológico, à vida do velho líder. Mas tomar essa decisão enfrenta um problema, diz-nos, com ar semi-pesaroso semi-analítico. E explicita o tal problema, como se pedindo a nossa compreensão para aquele peculiar contexto cultural, quiçá muito africano: é que na "tribo" de Mandela só se pode fazer isso, cessar o apoio artificial à sobrevivência, a pedido do próprio. Ora como Mandela está (já) impedido de o fazer só resta uma solução. Que a família tome essa decisão.

 

Ocorre-me que na minha "tribo" também é assim.

 

Não sei quais serão as regras, morais e legais, para estes casos lá na "tribo" do energúmeno jornalista. Nem os da "tribo" (selvagem, canibal, ágrafa decerto) dos seus  espectadores, consumidores dos seus anunciantes.

 

Que "tribo" de gente.

publicado às 21:22


1 comentário

Sem imagem de perfil

De anónimo a 28.06.2013 às 15:26

"dia-tribos" jornaleiros...

comentar postal



Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos