Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O que eles tocavam, como eles tocavam, e o que deles diziam outros não completamente parvos quando sentados à frente de uns bocados de marfim e de ébano. Ouçam!Vejam! Ouvejam!


publicado às 23:07

Suprassumo?

por jpt, em 21.09.13

O cartaz, dito outdoor no português dos arrivistas iupies de lisboa dos anos 80s que agora estão desempregados e vão para os países que os acolhem na meia-idade, esses que seriam vendilhões se não fossem mera escumalha, colocado na baixa de Maputo, ali ao lado do 33 andares, diz "suprassumo da fruta". A (minha) família interroga-se, que palavra é esta?, escreve-se assim?, na dúvida de quem não é nem dicionário nem prontuário.

 

Chego a casa e constato, não. A palavra escreve-se supra-sumo. Com o Acordo Ortográfico passa a "suprassumo". Ou seja, em Moçambique, onde o Acordo Ortográfico de 1990 não está em vigor, a treta de um sumo químico que se quer apresentar como natural deve escrever-se "Supra-sumo da fruta". Torna-se óbvio, a campanha foi escrita por um publicitário português, imigrado, que nem respeita a língua do país que o acolhe, que se pensa em casa (e até protestará com quem lhe pede vistos de trabalho, de residência ou coisas assim). Estes c....., que tão f..... foram pelo poder português que até tiveram que emigrar, nem conseguem libertar-se do que lhes meteram na cabeça. Continuam servis. Merecem a deriva. E toda a infelicidade que lhes aconteça. Merda de patrícios.

publicado às 19:46


Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos