Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




África do Sul: xenofobia?

por jpt, em 20.04.15

11149366_10204932155958435_1076267904848676813_n.j

Uma polícia tenta apagar um homem atacado em Reiger Park, Boksburg. Fotografia de Shayne Robinson, The Star

 

Zwelithini, o chefe não-eleito zulu, assenta na falta de democraticidade do seu estatuto simbólico, a sua desnecessidade de votos, a sua "liberdade" para opinar. Critica a "preguiça" dos seus compatriotas, a sua aversão ao trabalho e à disciplina (onde já li isto?) e apela à partida dos estrangeiros - cada tribo no seu território, dir-se-ia noutros tempos. O discurso está aqui gravado e transcrito. Foi o pequeno rastilho suficiente para esta onda criminosa de ataques aos estrangeiros africanos na África do Sul, a vaga de terror submergindo os mais desapossados dos desapossados.

 

As continuidades históricas são vigorosas. Independentemente da cor da pele dos mandantes e dos seus sipaios. Há muitos itens sociológicos para indexar na explicação disto tudo. Entre eles conviria não esquecer a cleptocratização da "governância" da "esquerda" sul-africana. 

 

Há quem insista, com punhos de renda, em chamar a isto xenofobia. Não uso o termo. É racismo. Para esta gente (mandantes e sipaios) há duas raças no mundo: "eles" e os "outros". Depende do momento sobre quem (a "raça") escarram o ódio que os faz sobreviver.

 

 

 

publicado às 10:15

O Povo na Televisão

por jpt, em 20.04.15

RTP-TVI-SIC-300x225.jpg

 

 

 ... "a televisão tornou-se em definitivo a fanfarra do homem comum. Em vez de alguém dizer ao Zé Ninguém o que ele devia escutar, tratava-se agora de escutar o Zé Ninguém (...) o homem sem qualidades elitistas.". Um texto muito interessante de Eduardo Cintra Torres: "O Povo na Televisão", publicado originalmente em 2010 no livro "Como se Faz um Povo" (organização de José Neves, edição Tinta da China) e agora disponibilizado na conta do autor na rede Academia.edu.

publicado às 09:13


Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos