Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Literatices

por jpt, em 14.04.05

sancho pança.jpg

O Loucura e Nata convoca-me respostas a um inquérito, desses próprios à "silly season" jornaleira ali aos Jornal de Letras/Mil Folhas. Temática "como vamos de livros", apetecível momento para publicamente nos demonstrarmos mui cultos (sempre lembro um político qualquer que anunciava como leitura de praia o "Suma Teológica" de São Tomás de Aquino) ou excêntricos-engraçados, ou seja cultos ao cubo.

A Luna é comentadora residente aqui e amiga de amigos. E como o Jornal de Letras nunca mais me imortaliza com o seu inquérito (é minha imaginação ou também havia um "inquérito Proust" que uma vez li, respondido pelo Hergé?), aproveito-lhe o inquérito, meto-lhe uma introdução assim blasé (já está no dicionário?), para manter a aparência desprendida, e aqui me tento elevar aos olhos das visitas:

Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quererias ser? Gostava de querer ser o Kama Sutra. Mas verdade verdadinha depende: uns dias o D. Quixote noutros o Viagem ao Fim da Noite.

Já alguma vez ficaste apanhadinha(o) por um personagem de ficção? Sim. Várias. Tipo alter ego: o Júlio dos "Cinco"; o Corsário Negro de Salgari; o Athos de Dumas; o Gato do Margarita e o Mestre, de Boulgakov; Guy, de um conto de Sommerset Maugham "The force of circumstance", que li aos 13 anos e que nunca me saiu da cabeça; Jack London, personagem de ficção; Haddock de Hergé; Jack Barnes do Fiesta de Hemingway (oopss, oopss, esta é de homem dizê-lo); Palomar de Calvino; o Jogador de Dostoievski, e Malcolm Lowry, ele-mesmo, nos meus longos vinte anos. E, tão claro que até estão afixados no blog, Jim McClure de Giraud & Charlier e Steiner de Pratt. Mas mais do que todos estes, Thomas Fowler de Greene (um tipo que viveu na rua Catinat).

Tipo não Alter Ego: Robinson Crusoe de Defoe; Kurtz, de Conrad; Claúdio de Robert Graves; Adriano de Yourcenar (uma associação de ideias constante, para idades muito diferentes de leitura); John Silver, de Stevenson, a mulher a dias da Metamorfose de Kafka, etc ...

Tipo paixão: Sónia do Guerra e Paz (não, não era a Natascha); a rapariga do "Amor em Tempos de Cólera" de Garcia Marquez (paixão passada, não me lembro do nome dela), Lolita, de Nabokov, Esmeralda, de Pratt.

Tipo espelho: Pnin de Nabokov; (tem dias de Dâmaso Salcede, de Eça).

Qual foi o último livro que compraste? Stephen Francis e Rico, "Madam & Eve: Gin & Tonic for the Soul"; Juvenal Bucuane, "Sal da Terra. História do Nosso Chão"; Orlando Mendes, "Lume Florindo na Forja", Hortêncio Langa, "Luzes do Encantamento"; Armando Jorge Lopes, "A Batalha das Línguas. Perspectivas Sobre Linguística Aplicada em Moçambique", Carlos Serra, "Ciência e Cientistas. Manifesto por um Reencantamento Social"

[peço desculpa, trouxe-os no mesmo dia e estão aqui mesmo à frente, tirando o Madam & Eve que foi logo bi-devorado].

Qual o último livro que leste? Platão, Íon

Que livros estás a ler? Robert Wilson, O Último Acto em Lisboa; V.S. Pritchett, London Perceived; George Steiner, Gramática da Criação; Tacito, The Annals of Imperial Rome.

Que livros (5) levarias para uma ilha deserta? Guerra e Paz, Tolstoi; D. Quixote, Cervantes; A Montanha Mágica, Mann; Ilíada, Homero (que nunca li). Se estivesse lá tempo suficiente para chegar a um quinto livro já não o leria.

A quem vais passar este testemunho (três pessoas) e porquê? Passo ao outro e não ao mesmo...A todos os bloguistas que aqui venham e que ainda não o tenham visto e queiram responder. E aos leitores do Ma-Schamba, quem responder eu coloco. E aos futuros bloguistas do "Olivesaria".

publicado às 09:37


6 comentários

Sem imagem de perfil

De jpt a 26.05.2008 às 20:09

:) sabia que irias meter o interludio necessário a estas coisas e que mais ninguém o faria. e também aproveito para te massajar o ego, que de mim já nem ligas, para te dizer que de algund q tenho visto por aí espalhados é sem dúvida o mais completo.

Publicado por: Luna às abril 14, 2005 05:43 PM
Sem imagem de perfil

De jpt a 26.05.2008 às 20:09

minha cara numa coisas destas não há tralhas mais completas, cada um vive como cada qual e o pior é a estante como CV.
agradeço-te o comentário, também vi outros, todos eles pejados de ideias alheias. aqui nada. talvez seco. Ou talvez ninguém tenha gostado da Esmeralda - tenho que escrever algo sobre o bloguismo glabro, esses patós a falarem À semiólogo, 50 anos depois, das estrelas do cinema (prometi a herr lutz e ainda nao o fiz)
mas esta casa anda vazia, é uma constatação
Sem imagem de perfil

De jpt a 26.05.2008 às 20:10

Ai que choradeira, jpt! 'Casa vazia é uma constatação', eu pericaso li logo. E gostei da lista, sempre varia de muita lista escaparate principal da Bertrand.

Publicado por: catarina às abril 16, 2005 01:01 PM
http://100nada.weblog.com.pt/
Sem imagem de perfil

De jpt a 26.05.2008 às 20:10

Além disso vi ali um certo pendor para ilhas desertas, piratas e aventuras que achei muita piada. E só podias, só podias identificar-te com o Júlio dos Cinco.

Publicado por: catarina às abril 16, 2005 01:02 PM
http://100nada.weblog.com.pt/
Sem imagem de perfil

De jpt a 26.05.2008 às 20:11

Catarina, a Bertrand não está em Maputo, é por isso. E queria que eu me imaginasse quem, a Ana?
Sem imagem de perfil

De jpt a 26.05.2008 às 20:11

:DD
Havia também o David, o Tio Alberto...
Não seja por isso: Dan Brown ao lado de Sousa Tavares. Não varia muito disto (e na Bertrand também não).

Publicado por: catarina às abril 17, 2005 10:45 PM
http://100nada.weblog.com.pt/

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos