Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Poema(s) Erótico(s)

por jpt, em 25.05.05

Matutinos gemidos em gerúndio
pronunciavam meu nome em surdina
aos cúmplices ouvidos da almofada.



[José Craveirinha, Poemas Eróticos, Moçambique Editora/Texto Editores, 2004 (edição póstuma, sob responsabilidade de Fátima Mendonça)]

publicado às 13:31


3 comentários

Sem imagem de perfil

De gerson fancisco a 21.05.2008 às 09:03

quero ter todas noticias
Sem imagem de perfil

De jpt a 29.05.2008 às 11:27

vou comprar. Brigada pelo serviço público, tás a ver recuperaste a comentadora!

Publicado por: Luna às maio 25, 2005 01:41 PM
Sem imagem de perfil

De jpt a 29.05.2008 às 11:28

Do teu cheiro

O gosto da tua pele
sal impregnado em meus lábios
que me mata de sede
à beira da fonte dos teus prazeres.

O teu gosto na minha boca
mel que sacia meus desejos
na hora derradeira
do medo de te perder
em meio aos lençóis.

O teu cheiro impregnado
no meu corpo
perfume raro que nem a chuva
leva de mim..

Amigo JPT, para poder responder procurei um poema, mas gostei tanto dele que o vou publicar também na minha janela.
Bom feriado.

Publicado por: azenhas às maio 26, 2005 01:36 AM
http://azenhasdomar.blogspot.com/

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos