Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Mulher

por jpt, em 03.04.04
"(...) Fanisse trabalhava a terra, curvada, os grandes seios suspensos como papaias. Sonto às costas ou escarranchado na ilharga, a mamar. E nunca palavras que fossem de raiva contra a sua vida de mulher e nunca seu corpo rendido ao peso do chicomo nas mãos calejadas (...)"

José Craveirinha, "Mamana Fanisse", Hamina e Outros Contos, Maputo, Ndjira

publicado às 08:39



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos