Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mankew em Individual

por jpt, em 28.11.07
34 anos depois eis a segunda exposição individual de Mankew em Moçambique - pelo seu caminho aconteceram outras duas, na então RDA. Se tamanha discrição surge surpreendente, tal ainda mais o é se recordado o facto do artista ser sempre referenciado como um dos vultos cruciais da "primeira geração" de artistas moçambicanos. E de ter sido vulto querido da política cultural nacional. Tanto tempo sem se apresentar a solo, coisas de uma personalidade recatada e auto-crítica, dizem.

"Realista" apresenta-se. E explicitado no texto do catálogo, de Júlio Carrilho: "... imbuindo a sua obra de um imaginário nacional (se é que tal existe como facto geral)...". Mas tais ideias poderiam induzir em erro - pois assim o sendo há neste seu universo um despojamento silencioso, um tenso ar que alguém dirá poesia, que (me) equivale a um murro na alma. Uma grande exposição. Enorme.


"Este poço não tem água" (oleo sobre tela, 95X70 cm, 2007)






"Vamos à produção" (acrílico sobre tela, 95X70 cm, 2007)

No Museu Nacional de Arte, até 16 de Dezembro, com debate alusivo a decorrer no próximo dia 6.

publicado às 16:30


comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos