Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Escrita feminina

por jpt, em 07.01.07

"P: E quanto ao dualismo da escrita masculina por oposição à escrita feminina.?G.S. Nas melhores mulheres escritoras, está ausente. Seria impossível dizer onde está a "feminidade" numa página anónima de George Eliot ou de George Sand; talvez se deixe vagamente entrever nas Bronte; mas decerto que não em Jane Austen, que era muito simplesmente melhor do que qualquer outro escritor do sexo masculino. Não diferente, mas melhor: mais precisa, incisiva, cheia de humor, de espírito, irónica, condensada. Hoje as coisas são diferentes. Hoje, a questão deu lugar a uma causa, a uma vontade de desforra, a uma esperança eminentemente consciente. Há diferenças importantes, tenho a certeza. O que é muito triste, porque nunca há senão uma escrita boa e uma escrita má." (141)George Steiner, Os Logocratas, Lisboa, Relógio d’Água, 2006 (2003) [tradução de Miguel Serras Pereira]Tardia nota a propósito do 2ª Encontro de Escritores Hispano-Africanos, aqui realizado em Novembro, uma preguiçosa organização que colocou seis escritores e alguns académicos, e os persistentes assistentes, a discutirem durante quatro dias o assunto "Escrita Feminina".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:46



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos