Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por jpt, em 09.01.07

antes abordei esta insuportavel realidade: a globalização das práticas culturais afrikaans, aka, a condução na areia. A maioria dos praticantes são dessa etnia, mas por razões socioeconomicas, pois a adesão à condução nas praias expande-se mais lesta do que a leitura dos evangelhos e do corão. Atente-se, os carros são levados para a praia não para desvendar selvagens destinos nem para transportar os barcos de recreio, mas apenas para evitar transportar os colemans (e suas bebidas espirituosas) aqueles vinte ou cinquenta metros.A utilização de veículos motorizados nas praias é proibida em Moçambique (tal como o é na África do Sul - aliás, aquando das minhas observações participantes junto daquela etnia alguns desses nativos me informaram-me que um dos atractivos da costa mocambicana para os turistas sul-africanos é a facilidade de utilização dos carros nos areais). As autoridades vão fazendo algum controle (quando fazem), mas debatem-se sempre com falta de recursos, humanos e de transporte. Por que não confiscar os carros encontrados bronzeando-se à beira-mar? Sempre seriam dois (Xn) coelhos de uma cajadada.Inhassoro, manhã solarenga, Dezembro de 2006...Ei-losÉ aqui mesmo ...molhando os pés ...o cabo-de-marOk, lá terá que ser ... (We Shall return?)Continuemos: Inhassoro, manhã solarenga, Dezembro de 2006...Mas ... logo de seguida, e mais lestos do que o disparo do turista ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:40


2 comentários

Sem imagem de perfil

De antonio a 09.01.2007 às 22:32

Excelente. Mas é assim com a parolada em todo o lado: copiar os defeitos, não observar as virtudes.
Por aqui é o "tunning".
Já agora, mocunha JPT, o que é um coleman?
Sem imagem de perfil

De JPT a 10.01.2007 às 07:16

caixa-termo, dessas do horroroso "piquenique" (a modos que o black & decker ou gillete)

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos