Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Camarão Tremoço.

por jpt, em 12.02.10

 

Camarão vendido à porção, Alcácer do Sal, Portugal.

 

PSB

publicado às 12:45


8 comentários

Sem imagem de perfil

De jpt a 12.02.2010 às 12:54

É o post do ano, indiscutivelmente!
Sem imagem de perfil

De umBhalane a 12.02.2010 às 13:09

Significativo, e muitas vezes uma imagem vale mais que...
Sem imagem de perfil

De VA a 12.02.2010 às 17:30

E cozido!!! Uma foto digna de "Portugal no seu melhor".
O que vale é que com tantos ditames europeus sobre higiene e controlo, Portugal ainda é uma aldeia irredutível que resiste ao inimigo.
Sem imagem de perfil

De umBhalane a 12.02.2010 às 23:23

VA

Benditos ditames europeus sobre HACCP , a tal higiene e segurança alimentar.

A par, surgiu o radicalismo que buliu com tradições, com produtos que são a nossa "marca" - e aí foi houve um início de anarquia, alguns abusos de poder, misturados com obtusidade mental dos agentes profissionais dos vários serviços afectos.
E coimas, muitas coimas, o mostrar serviço.
O costume.

E a verificar que estavamos em risco de perder o queijo da serra, o sarrabulho, as cabidelas do famoso pica-no-chão e de lampreia, até a gloriosa sardinha assada,...
As matanças de porco, e mais um chorrilho de outras coisas bem nossas.

Mas o bom senso parece-me ter chegado, a par das normas de higiene.

Quanto à segurança alimentar, continuo a ter muitas, muitas, muitas, dúvidas.
Sem imagem de perfil

De VA a 13.02.2010 às 00:46

1B,
Percebo as suas muitas dúvidas, mas uns micróbios não fazem mal a ninguém e dizem os especialistas que tornam o sabor ainda mais apurado.
Entretanto, com os seus exemplos da tão prezada alimentação portuguesa, lá terei de me deslocar até à cozinha. Para mais uma fatia de bom queijo.
Tenho a ideia (coisa recente) que as matanças de porco ainda não voltaram a ser permitidas. Parece que é costume de díficil licenciamento.
Sem imagem de perfil

De SM a 13.02.2010 às 02:48

Se num talho encontrassem moelas a descongelar na bacia das mãos da casa de banho e numa charcutaria um gato a passear no balcão dos enchidos... A segurança alimentar é fundamental. O radicalismo e a forma de actuação da entidade responsável é que contaminam a eficácia do sistema.

Por falar em matança de porco (permitida apenas se for destinada ao consumo privado) o meu jantar foi uma belíssima alheira CASEIRA com grelos.

Sandra
Sem imagem de perfil

De umBhalane a 13.02.2010 às 12:28

VA

Desde que se "convide" um Sr. Veterinário(a) só e/ou também para o repasto, não há quaisquer problemas.

Haja o dito.

Quanto aos tais bichinhos que apaladam, um bom "fogo" normalmente resolve a questão - assim é há dezenas de milhares de anos...

VIVA A COMIDA PORTUGUESA.
Sem imagem de perfil

De Miguel A. a 13.02.2010 às 21:55

Todos estamos de acordo com a necessidade de serem instituídas normas de higiene no que diz respeito aos alimentos.

Mas para quem teve oportunidade pessoal/profissional de se deslocar a França e/ou Alemanha, sabe que aqueles companheiros não são propriamente o que se pode chamar de muito 'asseados'.

Pois, mas mandam eles, não é?

Fazer mais como...

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos