Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Convirá lembrar que continua disponível no consulado de Portugal (Av. Mao-Tse-Tung) a exposição fotográfica dedicada à obra de Pancho Miranda Guedes: "Pancho Guedes. A Aventura da Arquitectura, o Desafio ao Formalismo", a qual foi efectivamente organizada pela cônsul Graça Gonçalves Pereira - cujo trabalho nunca será realçado em demasia - , com a colaboração de Rita Neves. O conjunto fotográfico permite - ainda que a sua apresentação sofra os efeitos da exiguidade do espaço disponível - mergulhar nos trabalhos que o mais importante arquitecto da história da cidade aqui plantou. Parece-me pois que será aconselhável a todos os amantes de Maputo uma visita, atenta, a esta exposição - que foi inaugurada na recente passagem de P.M. Guedes por Maputo. Auto-imperdoável o esquecimento, poder-se-á dizer.

O catálogo, cuja capa acima reproduzo, e que integra  um conjunto de textos (Luís Lage, José Forjaz, Malangatana, da organizadora) para além de inúmeras fotografias, inclui ainda uma separata "Edifícios em Maputo" a qual contém uma listagem das obras do arquitecto na cidade. Fica aqui a sua reprodução (pressionando as imagens elas engrandecem) - um roteiro para vários passeios.

Sim, também vem muito a propósito nesta era em que o Maputo-cimento está a mudar, radicalmente, de formato. Poder-se-á até dizer que carregar esta separata e calcorrear a cidade será uma forma, mais ou menos nostálgica consoante o que cada um pensar ser o "desenvolvimento" e o "urbanismo", de nos despedirmos de um certo Maputo-cimento. E de, vá lá, acolhermos um outro Maputo-cimento. E que cada um escolha o que prefere admirar. Quanto ao que preferirá para viver isso não será dos amantes da arquitectura a decisão. Nunca é, diga-se, em parte alguma do mundo o é. Ou foi.

jpt

publicado às 01:12


6 comentários

Sem imagem de perfil

De ABM a 25.03.2010 às 04:10

Graça Gonçalves Pereira. Grande cônsul em Maputo para variar. Resistiu intocada ao pseudo-episódio da treta do traje do convite para uma recepção. Hoje saiu desmentido de alguns representantes hindus a por os pontos nos iis.

Quanto ao futuro arquitectónico da cidade, inshallah. Mas quem não tem passado nem história não tem futuro.
Sem imagem de perfil

De João Cabrita a 25.03.2010 às 20:08

JPT: Seria possível reproduzir a parte da brochura alusiva à exposição, em que o Arquitecto Pancho Guedes se refere ao United World College (Waterford Kamhlaba) da Suazilândia? É a pedido da minha filha que foi estudante do colégio.

Obrigado,

João Cabrita
Sem imagem de perfil
[...] This post was mentioned on Twitter by Jpt, . . . said: Mz: "A exposição de Pancho Miranda Guedes em Maputo" (in ma-schamba, http://bit.ly/d66pe5) [...]
Sem imagem de perfil

De jpt a 26.03.2010 às 04:35

Caso prefira posso-lhe guardar uma brochura (e entrego a um amigo comum, que o verá mais vezes)...
Sem imagem de perfil

De Kitty Viljoen a 28.03.2010 às 18:12

E fantastico...Gostei muinto..espero que posso voltar
Sem imagem de perfil

De J J Dias a 25.05.2012 às 09:18

Seria interessante trazer a Macau esta exposição de Maputo(através do Consulado de Portugal em Macau, subsidiado por instituição de Macau)onde neste momento decorre um grande projecto de crescimento desta cidade por meio de Novos Aterros conquistados ao mar (com apoio do Governo Central da RPC).

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos