Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Quando o telefone toca II"

por jpt, em 18.05.04

Acerca do apontamento anterior a Ana do A Verdade da Mentira acaba de deixar um comentário bem mais eloquente do que o meu pobre textito e até, pelo menos para mim, comovente. Não resisto a trazê-lo para as letras maiores. Agradecendo-lhe:

Aquilo (o "Quando o Telefone Toca") funcionava mais ou menos assim:

«Boa-noite. É o senhor Matos Maia?»«Sou sim, muito boa-noite, pode dizer a frase?»«A Farinha Predilecta, dá saúde ao avô e à neta. Posso dizer o meu nome?»«Faça favor.»«Sou a Maria da Conceição, da Aldeia Nova. O disco que queria ouvir é o António Mourão em “Ó tempo volta para trás”. Se não tiver pode ser um qualquer do António Calvário.»«Tenho sim, Maria da Conceição, muito boa noite e muito obrigado.»

[Adorei este regresso à "Farinha Predilecta" que tinha esquecido. Ainda que continue fiel ao espantoso (e mui atrevido para a altura) "Vá à Meca"]

Tags:

publicado às 13:51


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Memórias radiofónicas | Vakani-Vakani a 24.01.2011 às 09:49

[...] o Telefone Toca” e seus anúncios radiofónicos, tendo tido, logo de seguida, a estimável colaboração do A Verdade da [...]

comentar postal



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos