Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Presidente João Rocha

Assisto na tv à conferência de imprensa do treinador Paulo Bento e do presidente do Sporting Clube de Portugal, José Eduardo Bettencourt. Elevado o treinador, a quem os sportinguistas devem respeito e agradecimentos. Elevado e clarividente quando reconhece que "fiquei quatro meses a mais no Sporting" (algo que até um mero bloguista pode antever em Fevereiro passado).

Completamente destrambelhado o presidente. Confundindo respeito, gratidão, solidariedade (tudo isso realmente devido a Paulo Bento) com supra-comoções, insinuações de inimigos internos, recados crípticos. E sinalizando o desnorte, na incapacidade de responder às questões óbvias que lhe colocaram os jornalistas. Uma tolice. E pior do que tudo, acabando a querer bater-se com um sócio do clube, como anunciam os jornais.

É este o "homem providencial", o expert da alta finança de coração sportinguista, afirmado pela propagandeada elite socio-económica sportinguista - essa que desde o "projecto Roquette", amparada por Santana Lopes, levou o clube à ruína. Aquele que o ex-proleta, agora muito socialista e admirador do grande capital, Oliveira e Costa aqui (em Maputo) e em todo o lado (tv) veio afirmando como o "homem certo" e inultrapassável.

No meio desta parvoíce toda de Bettencourt, um manifesto erro que foi logo anunciado na triste figura de cachecol e aos pulos na noite da sua eleição, traça-se o quadro do país. Da gente que nele manda. Da gente que escolhe quem vai mandando.

E não posso deixar de me sentir incomensuravelmente velho. Já gente de um milénio passado. De um tempo em que um Senhor como o Senhor João Rocha, cruzando tão difíceis eras, fez a obra que fez, com a elevação e discernimento que o caracterizou no posto de Presidente do Sporting Clube de Portugal.

Estamos agora condenados a isto. A um Sporting que não volta? Não, muito pior. A um Portugal que não volta. Que fenece entre cachecóis e intrigalhadas internas, e doutores e "engenheiros" inultrapassáveis, imprescindíveis.

jpt

publicado às 20:09


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Leao a 06.11.2009 às 20:19

Na bola como na politica: uma mao lava a outra, mas nenhuma lava a cara...
Sem imagem de perfil

De hmbf a 06.11.2009 às 21:35

Viva o Sousa Cintra. Esse é que era LEÃO :)))
Sem imagem de perfil

De MB a 07.11.2009 às 01:19

Caro Amigo,

Tem a esperança que quem vier fará melhor, porque depois de bater no chão, será fácil começar a subir.

Pode ser que o teu clube consiga arranjar uns kuanzas que necessitem ser lavados, e haja novos investimentos.
Sem imagem de perfil

De ABM a 07.11.2009 às 03:17

Como tive que ir a Lisboa tratar de assuntos, fui e vim no meu ABMobile azul, berrando a estação de rádio TSF todo o caminho a quase circense despedida do Sr. Paulo Bento (que repetia de dez em dez minutos, como quando o Iraque estava a ser invadido).

Estando fora das emocionais profundezas inerentes ao gesto, ficaram-me registadas as imagens ondulantes da superfície: as nobres e mútuas declarações da mais elevada firmeza de carácter, as repetidas afirmações de admiração, carinho, amor, respeito, dedicação, baba e ranho q.b., doses maciças de cuspe e lágrimas, as saudades do que foi e poderia ter sido, a dor pela fatal chegada de um momento esperado e que mais não podia ser adiado. O presidente do Sporting ama o Paulo Bento mas tem que o deixar ir, porque tenebrosas forças ocultas assim o proporcionaram. O treinador ama o Presidente, mas acha chegada a hora de desaparecer por entre as brumas de Alvalade...

Mais épico que isto só mesmo o Die Walküre do Wagner.

Pena não haver disto na natação, pois eu havia de ter achado piada, até porque gosto de ópera, especialmente aquela em que morrem todos de desgosto, lágrimas, sangue, esfaqueados e traídos.
Sem imagem de perfil

De jpt a 07.11.2009 às 04:05

Hmbf o Presidente Sousa Cintra foi um homem que se entregou ao clube. Mas não tinha a elevação nem fez a obra do Senhor João Rocha. Isso não o desmerece, apenas não o coloca no olimpo sportinguista. Mas há gente que lhe sucedeu que muito é desmerecedor
Sem imagem de perfil

De ABM a 07.11.2009 às 04:07

JPT

Onde é que anda o João Rocha estes dias?
Sem imagem de perfil

De jpt a 07.11.2009 às 08:53

De quando em vez opina sobre o clube, mas reservando-se muito. Presumo que já esteja com bastante idade

comentar postal



Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos