Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Após-colonial

por jpt, em 01.05.15

bilene.jpg

 

 

Estou com a minha filha, também ela saudosa - mas irá esquecer quase tudo, coisa da idade. Passeamos em Lisboa. De súbito isto. Paramos e olhamos. "Vamos entrar?" desafio, "vamos" responde, afoita. Nada mais do que uma mercearia grande, coisa de há décadas nesta era de xópingues. Ficamos à porta, olhando o armazém. Avança a dona, macaísta como se dizia, simpática, num convite a que entrássemos. Desculpo-me num lucky strike azul o que aqui fumo e vou dizendo que viemos ao nome ... Sorri, pergunta-nos o óbvio "se somos de lá", e depois "se a menina conhece o Bilene", esse que ela não vê desde 1975, e um breve etc ...

 

Souberam-me bem os cigarros dali. "Que faço eu aqui", repetirei depois, como se rimbaudiano, ...

publicado às 23:10


comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos