Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As eleições do Brasil

por jpt, em 27.10.14

Arquipélago-de-Marajó.jpg

 

 

(Quase) nada sei sobre o Brasil actual, assim como se a minha curiosidade vá de férias aquando sobre o país, sei lá porquê ... De quando em vez acciono no youtube um "Seu Jorge" de boa voz e ritmo, li e pouco gostei um escritor Buarque de Hollanda (reaccionário demais para o meu conservadorismo), li e gostei de Hatoum, li mas não é "a minha praia" Bernardo Carvalho, e não me lembro, honestamente, de qualquer outra pista que tenha obtido neste milénio. Ao longo dos anos fiz dois ou três amigos brasileiros mas pouco (ou mesmo nada) falamos sobre o país deles, centrados que estamos quando juntos nesse outro grande país austral que bem conhecemos.

 

Por isso pouco ou nada liguei às eleições brasileiras. Para quê opinar ou, pior do que tudo, tomar partido sobre algo que não se conhece? Ainda para mais num contexto político onde abunda a transversal influência dessas diabólicas seitas cristãs, malandragem encartada? Mas acabo agora de ouvir na rádio um breve excerto do discurso final do candidato derrotado Aécio Neves onde ele, como é saudável protocolo, saudava Dilma Roussef, a "presidente" eleita.

 

E nisso lamento a sua derrota. Pois, e repito, mesmo quase nada sabendo do que se passa naquele país, por esse mundo político afora pouco há que mais asco me cause do que a torpe demagogia daquilo da "PresidentA" que Roussef e seus sequazes andam para aí a apregoar. E que alguns colonizados mentais portugueses logo se aprestam a regurgitar ...

 

Mas, mais importante do que tudo, que a PresidentE reeleita seja benéfica para o seu país. Que reduza o abate, claro, em primeiro lugar. E, já agora, que o Brasil não seja tão agora-colonial naquilo da prosápia do Sul-Sul.

publicado às 09:15



Bloguistas







Tags

Todos os Assuntos