Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do vigor do aborto ortográfico

por mvf, em 14.05.15

CopiaAO-0083.jpg

 

Com a entrada em vigor da imbecilidade, perdão do Acordo Ortográfico, o que acima se vê* seria impossível, uma ilegalidade. Falo, obviamente, do "pára" que hoje se escreveria obrigatoriamente "para". Quanto ao resto é toda uma outra conversa se bem que "Ninguém Para Portugal" pudesse ser uma boa alternativa.

 

* fotografia que fiz na noite de eleições legislativas de 1987 

publicado às 16:23


1 comentário

Sem imagem de perfil

De João Carlos Reis a 16.05.2015 às 02:17


Fixe...
Isto é somente mais um bom exemplo do que os velhos do Restelo querem fazer com a linda e bela Língua Portuguesa (sim, com iniciais maiúsculas para a enobrecer e engrandecer, contrariamente ao que faz este aborto, que quer que se escreva com reducentes iniciais minúsculas) seja nivelada por baixo, empobrecida e que regrida parcialmente ao Português dos séculos XIV e XV, como preconizam os mentores deste aborto...
Dixit..

comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos