Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Há cerca de quinze dias o jornal "País" publicou uma reportagem sobre os trabalhos do escultor Chissano, abandonados a céu aberto nas instalações da encerrada fábrica Riopele, em Marracuene. Espero que essa reportagem possa ter algum efeito. Lembro que em 22 de Agosto de 2005 aqui coloquei duas entradas sobre o assunto: Chissano na Riopele 1 e Chissano na Riopele 2, testemunho do estado de abandono daquelas obras, que tinha visitado com Ídasse. Aqui coloquei e também comuniquei aos organismos estatais, tendo até conversado sobre hipotéticas instituições estrangeiras e nacionais, públicas e privadas, que poderiam ajudar na salvaguarda das obras e na resolução de hipotéticos problemas relativos à propriedade deste património. Aliás, não me parece difícil pensar em quais poderiam estar interessadas neste esforço de salvaguarda patrimonial, evidentemente simbólico pelo que capitalizável em imagem pública.

 

Há já seis anos ... A ver se é desta que alguém toma conta daquele património.

 

Aqui junto a reprodução das entradas de então, nas quais tentei explicitar o estado de desagregação que já então sofriam:

 

 

 

Na fábrica Riopele em Marracuene está colocada uma enorme escultura em madeira (mafurreira?) da autoria de Chissano, provavelmente dos anos 70. Exposta ao ar livre, sujeita às intempéries, a enorme obra está já em muito mau estado de conservação e literalmente a desfazer-se diante dos olhos dos poucos passantes (como o comprovam as fotos).

 

A fábrica, com um passado recente muito difícil, encerrou há já um ano. O Estado é um dos accionistas desta empresa, o que decerto facilitará a urgente remoção desta obra para local próprio. E seu posterior restauro. Assim o entendam instituições e potenciais mecenas.

 

 

Raro trabalho em mármore de Alberto Chissano, instalado na fábrica Riopele, Marracuene. [não conheço data da sua realização; disseram-me que provavelmente datará dos anos 70]

 

(Marracuene, fotografias de 21.8.05)

 

jpt

publicado às 16:26

No Museu Chissano

por jpt, em 19.02.11

 

Um bom almoço no museu Chissano, local que se recomenda e as pessoas andam tão distraídas que nem visitam. Se o museu é fantástico o sítio é muito agradável, e de boa comida. Excelente serviço, competente e afável. Hoje aportámos lá, um grupo excursionista de trinta e tal pessoas visitando ateliers de artistas plásticos (Victor Sousa, Celestino Mudaulane, Idasse, Gemuce), e ali nos deleitámos, gozando da sombra (óptima), matapa, galinha zambeziana e batata doce frita, simples conjugação que mereceu aplauso generalizado. Por coincidência (ou destino) isto ocorreu hoje, exactamente no 17º aniversário da morte do escultor Chissano - forma de também homenagearmos a sua memória. Da melhor maneira, olhando a sua obra.

 

Para mim também o dia assinala algo: há quatorze anos que vivo em Moçambique. Já.

 

jpt

publicado às 19:27

Chissano na Riopele (2)

por jpt, em 22.08.05
Cimg1035.jpgCimg1011.jpgCimg1016.jpgCimg1015.jpgRaro trabalho em mármore de Alberto Chissano, instalado na fábrica Riopele, Marracuene. [não conheço data da sua realização; disseram-me que provavelmente datará dos anos 70](fotos 21.8.05)

publicado às 13:12

Chissano na Riopele

por jpt, em 22.08.05
ChissanoRiopele4.JPGChissanoRiopele5.JPGCimg1033.jpgCimg1034.jpg(Marracuene, 21.8.05)

Na fábrica Riopele em Marracuene está colocada uma enorme escultura em madeira (mafurreira?) da autoria de Chissano, provavelmente dos anos 70. Exposta ao ar livre, sujeita às intempéries, a enorme obra está já em muito mau estado de conservação e literalmente a desfazer-se diante dos olhos dos poucos passantes (como o comprovam as fotos).

A fábrica, com um passado recente muito difícil, encerrou há já um ano. O Estado é um dos accionistas desta empresa, o que decerto facilitará a urgente remoção desta obra para local próprio. E seu posterior restauro. Assim o entendam instituições e potenciais mecenas.

Adenda: muito obrigado a Pedro Nuno do Culinária d'aqui e dali [era isso mesmo que faltava] e a Luís Bonifácio do Cartas Portuguesas pelos conselhos tecnológicos.

Se alguém tratar da escultura agradeço muito mais.

publicado às 13:09


Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos