Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coisas para o facebook 3

por jpt, em 22.02.09

publicado às 14:43

Southern Mozambique

por jpt, em 04.05.08

capatracey2.jpg

Os interessados encontrarão o disco aqui, mais um dos trabalhos de Hugh Tracey [obra consultável na International Library of African Music]. Este disco - enquanto objecto muito prejudicado por uma inenarrável introdução histórica a Moçambique, pejada de grosseiras incorrecções, coisa óbvia de anglófono marxista dos 1960s, preconceituoso e ignorante - é um magestoso documento: 25 gravações, obtidas durante duas décadas em gravações em Moçambique ou na África do Sul. Oriundas de oito grupos linguísticos (Chopi, Ndau, Ronga, Hlanganu, Gitonga, Tswa, Hlengwe, Nyungwe) e de duas abordagens musicais (heptatónica Nyungwe Shona, a hexatónica de todos os outros). Peças únicas dos maestros lendários das décadas em causa da dança de timbila; de dança mandowa, da dança masesa, da dança ndzumba, da dança makarito, do cancioneiro kwaya, ecos da expansão da mbira, etc.

Um documento estimável. E inestimável. E de fruição ... (dedicado ao aficionado 25 cms de Neve).

publicado às 00:00

Forgotten Guitars from Mozambique

por jpt, em 29.04.08

capatracey.jpg

Forgotten Guitars from Mozambique (1955, 56, 57) transcreve 21 gravações realizadas no sul de Moçambique por Hugh Tracey, célebre musicólogo que após quatro décadas de trabalho publicou mais de 200 discos de recolha musical na África sub-sahariana.

A recolha dos guitarristas deste contexto geográfico - "um estilo changana" - sublinhava para Tracey a presença de três pontos cruciais da introdução da guitarra de então (Cooperbelt zambiano, Katanga congolês, sul moçambicano). Ou seja, da modernidade: a "guitarrização" mineira, neste caso

Para aqueles que vão lendo algumas das actuais e espúrias querelas sobre a paternidade (e propriedade) da "marrabenta" será interessante detectar os ritmos aqui colocados (como por exemplo os duetos de Aurelio Kowano e Alberto Fulani, imediatamente associáveis) para além do testemunho sobre a excelência do grande Feliciano Muntano Gomes [Ngome] (foto da capa). Como corolário oferece a transcrição das letras cantadas, o que permite entender os tópicos poéticos de então.

Imprescindível. E acredito que acessível. (Entrada com particular destinatário.)

publicado às 04:42


Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos