Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nos últimos dias aqui deixei várias referências a Kok Nam. E acredito que muitos dos visitantes do blog, não-moçambicanos, não tenham grande conhecimento da personagem. E então é também para eles, para o conhecerem um pouco melhor que aqui transcrevo uma bela entrevista que o João Almada lhe fez há cerca de ano e meio. Estava inédita e foi publicada nesta última edição do Savana. Kok, como de Portugal me escreveu agora um amigo comum, era um tipo bigger than life e ao mesmo tempo de uma simplicidade desarmante. Fica aqui esta memória, que levou o título "É preciso denunciar esta pobreza e esta ostentação luxuosa". Que, até pelo seu cariz autobiográfico, é forma de se conhecer o percurso do fotógrafo. Mas é também um documento para que se compreenda o processo moçambicano - Kok Nam a raspar no vidro...Um texto imperdível.

publicado às 09:58


Bloguistas




Tags

Todos os Assuntos